_ _ _ _

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

0 Tenente é indiciado por homicídio e lesão corporal em atropelamento de ciclistas

+A +/- -A
O 2º tenente da Polícia Militar José Ricardo Dias da Silva suspeito de atropelar três ciclistas e matar a também policial militar Liliane da Silva Pereira Leite há exatamente um mês, na Avenida Militar, próximo ao Forte do Brum, foi indiciado pelo homicídio culposo, com o agravente de dirigir sem habilitação e lesão corporal também culposa. O inquérito foi concluídos nesta terça-feira (30) e será remetido ao Ministério Público até o final do dia.

Segundo a delegada Fátima Câmara, da Delegacia da Rio Branco, responsável pelas investigações, aproximadamente dez pessoas foram interrogadas e auxiliaram a polícia. "O motorista não estava bêbado e nem em alta velocidade, por isso o crime foi culposo, quando não há intenção de matar", contou.

José Ricardo dirigia um Logan prateado, de placas PFN-3505, quando houve o atropelamento por volta das 22h30 no último domingo de setembro. O tenente se apresentou espontaenamente na delegacia no dia seguinte e foi liberado após prestar depoimento. 

Acidente 
O casal de policiais militares Liliane da Silva Pereira Leite e Ismael Silva Leite e o estudante de 19 anos que pediu para não ser identificado teriam saído para um passeio ciclístico do Recife até Olinda, quando foram atingidos. Com o impacto, as bicicletas foram arremessadas a uma distância de aproximadamente 10 metros. Liliane ficou presa no para-choque do carro até que ele colidisse com uma palmeira, quando foi lançada no para-brisas do veículo. O marido, Ismael, do 1° Batalhão de Polícia Militar, ficou ferido e foi socorrido para o Hospital da Restauração (HR), de onde teve alta. O estudante sofreu apenas ferimentos leves. (DP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...