_ _ _ _

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

0 Diretora do Hospam admite superlotação, mas culpa município por crise

+A +/- -A
A diretora do Hospital Regional Agamenon Magalhães (Hospam), Karla Milena, responsabilizou a Secretaria de Saúde Municipal pela superlotação ora existente na pediatria do Hospam, que vem gerando desconforto a dezenas de pacientes que procuram a unidade de saúde do Estado. Durante uma entrevista a uma emissora de rádio de Serra Talhada, nesta terça-feira (20), Milena revelou que muitos serviços da atenção básica que deveriam ser realizados pelos PSFs (Programa de Saúde da Família), estão sendo feitos no Hospam.

“O hospital tem apenas 23 leitos na pediatria e as pessoas estão dizendo que faltam médicos e medicamentos nos PSFs”, acusou a diretora do Hospam, aproveitando para fazer uma grave denúncia contra o governo municipal. “Depois do pleito eleitoral, os pediatras contratados pela prefeitura foram desligados”, revelou a enfermeira, dizendo que o Hospam tornou-se porta de entrada para atendimentos simples. “No bairro do Bom Jesus têm 5 unidades de saúde, mas estão vindo para Hospam porque não encontram atendimento. Conversei com uma paciente do distrito de Santa Rita que declarou fazer muito tempo que aparece um médico por lá e ainda faltam remédios”, denunciou Karla Milena.

Ela também comparou o atendimento feito no Hospam e num posto do PSf coordenado pela Secretaria de Saúde. “Nos PSFs, a população não sabe o nome do médico e nem o dia em que ele trabalha. Estão vindo para o hospital porque sabem que existem profissionais de renome para atendêlos”, declarou Karla Milena. Ao final da entrevista, tanto ela como o coordenador da XI Geres, Clóvis Carvalho, pediram desculpas à população pelos constantes transtornos provocados aos pacientes. (Farol de Notícias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...