_ _ _ _

domingo, 4 de novembro de 2012

0 Inep desclassifica 37 candidatos por publicar imagens de locais de provas do Enem

+A +/- -A
Além do boato sobre o cancelamento da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a equipe de monitoramento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) identificou casos de vazamento de imagens em locais de prova em estados como São Paulo, Mato Grosso, o Espírito Santo e o Paraná. Por causa disso, foram retirados das salas de prova e eliminados 37 candidatos.

De acordo com o Inep, o uso de celular é proibido nos locais de prova. Quem estiver com o aparelho, deve colocá-lo em um envelope lacrado, embaixo da carteira.

Apesar dos registros, o Inep avalia que a primeira prova do Enem 2012 transcorreu dentro da normalidade. “Toda a operação de logística ocorreu conforme o planejamento”, diz comunicado divulgado no final da tarde desse sábado (3).

Uma equipe de 15 funcionários, cada um com seu monitor, acompanhou as postagens nas redes sociais durante a aplicação do Enem hoje e dará continuidade ao trabalho amanhã (4). Segundo a assessoria do Inep, a Polícia Federal mantém uma equipe de plantão que trabalha junto com o instituto.

O foco são as mensagens publicadas no Twitter e no Facebook, que possam comprometer o exame. Pela manhã, uma postagem com informação falsa sobre o cancelamento do Enem chegou a ser publicada. A PF e o Ministério da Educação identificaram o autor.

A logística do exame também é monitorada. Por meio de videoconferência, o Inep mantém contato com os Correios, responsável pela distribuição das provas, o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) e a Cesgranrio – entidades que fazem parte do consórcio aplicador da avaliação.

Em todo o país, mais de 5,7 milhões de estudantes se inscreveram para o Enem. O exame é aplicado em 15.076 locais de prova distribuídos em 1.615 municípios em todas as regiões do país. (Agência Brasil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...