_ _ _ _

domingo, 18 de novembro de 2012

0 Pernambuco também utilizará armas não letais contra o crack

+A +/- -A
As polícias de Pernambuco irão utilizar armas não letais na repressão ao tráfico de crack. O estado firmou convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) para receber 450 equipamentos que lançam produtos químicos, semelhantes aos sprays de pimenta usados em contenção de tumultos.

A Secretaria de Defesa Social (SDS) aguarda, agora, a definição de cronograma de treinamentos para os policiais e dos fundamentos para colocar em operação os aparelhos.

Segundo informações da Secretaria Estadual de Comunicação, além dos lançadores de produtos químicos, o convênio com a Senasp garantirá ao estado a compra de 40 câmeras de vídeo, seis carros, seis motos e três bases móveis de operação.

“Tivemos contato com a Senasp em 26 de outubro e foi solicitado um prazo de até 180 dias para o envio do protocolo que vai definir a utilização dos equipamentos. Também vamos esperar o governo federal decidir onde serão implantadas essas novas bases”, afirmou o gerente-geral de Programas e Projetos Especiais da SDS, coronel Ilídio Vilaça.

A utilização de armas não letais em ações repressivas ao crack gerou polêmica no Rio de Janeiro e em São Paulo. Os dois estados terão à disposição máquinas de choque, os teasers, para atuar nas cracolândias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...