_ _ _ _

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

0 Ministro visita ST se reúne com prefeitos mais não define datas da adutora

+A +/- -A


O pessimismo rodou a mesa de discussão entre o Ministro da Integração Nacional FBC e os prefeitos presentes ao encontro nesta terça-feira (07) em Serra Talhada.

Após sobrevoar o trecho da adutora do Pajeú, tida como salvação para o abastecimento d’água de vários municípios do Sertão, entre eles, Serra Talhada, o ministro reuniu-se com os gestores da região, mais não quis precisar prazos para o funcionamento da obra.

A l etapa compreende os municípios de Floresta e Afogados da Ingazeira. A meta é até julho para que pelo menos Afogados possa receber a água da adutora. Preocupado, o prefeito de São José do Egito, Romério Guimarães (PT) disse que o trecho que irá beneficiar seu município sequer foi licitado, e isso tem causado preocupação. Romério queixou-se da falta de prazos que deveriam ser estipuladas pelo ministro. Outro prefeito que mostrou insatisfação com a proposta apresenta por FBC, foi Luciano Bonfim de Triunfo. O município que já vive um colapso total está sendo abastecido por dois pipas da COMPESA. 

Os demais são bancados com recursos próprios. A situação de Triunfo é a pior de todas. A localização geográfica da cidade pode impossibilitar o bombeamento da água. Triunfo é um dos pontos mais altos de Pernambuco. A obra orçada em R$ 500 milhões de reais, oriundos do PAC, vai beneficiar mais de meio milhão de pessoas, em mais de 32 localidades. (Júnior Duarte/Fotos: Alejandro Garcia/Farol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...