_ _ _ _

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

0 Comerciantes de Belém do São Francisco-PE impedidos de vender bebidas fora do pátio da folia vão levar caso à Ouvidoria da PM

+A +/- -A
Em Belém do São Francisco (PE), no Sertão do Estado, um grupo de comerciantes do ramo de bebidas promoveu na manhã do último sábado (9) um protesto contra o que consideram “truculência e arbitrariedade” cometidos por policiais militares e fiscais da prefeitura municipal.

A manifestação teve por objetivo levar a conhecimento da sociedade local de que a PM e a prefeitura agiram em desacordo com a lei propondo o fechamento de bares que não se encontravam no pátio da folia, no carnaval da cidade, comercializando a marca da cerveja Bavária e da Caninha 51.

Segundo informações repassadas ao Blog, o detalhe é que setor de tributos da prefeitura expediu alvará de funcionamento dos bares, sendo o mesmo assinado pelo chefe de tributos, Douglas Alves Alencar – o qual não se encontrava naquele momento com ordem judicial para cumprir a decisão.

Pior ainda é que muitos estabelecimentos comerciais, mesmo não se encontrando no pátio e com seus alvarás em dia, foram indevidamente convidados a fechá-los, sob pena de serem conduzidos coercitivamente à Delegacia de Polícia.

Ouvidoria

Um dos comerciantes disse que um PM de alta patente teria reconhecido que o ato de fechar os bares era ilegal, mas por medo de represálias, pediu para não ser identificado.

A maior indignação dos donos dos estabelecimentos não foi nem pelo fato de serem obrigados a fechá-los, mas porque não havia ordem judicial para isso. Eles agora garantem que irão levar o fato ao conhecimento da Ouvidoria da PM no Recife. Os maiores prejudicados foram o Bar da Beira Rio, Distribuidora de bebidas da Vaninha e Lanchonete do D’Brux (todos fora do local da folia). (Carlos Britto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...