_ _ _ _

sábado, 2 de março de 2013

0 Arcebispo disse que o Papa pediu para evitar supremacia de Padre Cícero sobre Cristo e Maria

+A +/- -A
Uma revelação surpreendente foi feita pelo Arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, durante entrevista ao programa Correio Debate da Rádio 98 FM de João Pessoa (PB), quando disse que o Papa Bento XVI – quando ainda era cardeal – recomendou aos religiosos do Nordeste brasileiro que evitassem a supremacia da imagem do Padre sobre as de Cristo e de Maria. “Ele pediu com toda a calma: enalteçam mais o Evangelho de Jesus; a devoção ao coração de Jesus e de Nossa Senhora, que é uma figura leal à palavra de Deus, mas não enalteçam o culto à personalidade de Padre Cícero”, relatou.

Dom Aldo lembrou ainda que o sacerdote juazeirense chegou a sofrer processo de excomunhão por parte da Igreja Católica por causa de um pretenso milagre. “Era um homem político. Se tentou contra ele uma excomunhão por causa de um pretenso milagre. A gente sabe que ele era um homem inteligentíssimo, perspicaz, amigo, pai dos pobres, mas havia uma política partidária e questão financeira vinculada visceralmente”, declarou Dom Aldo que já foi sacerdote em Fortaleza e Bispo em Sobral.

Para o Arcebispo paraibano Padre Cícero era muito inteligente, mas bastante controverso. No mesmo programa de rádio estava o teólogo e liderança respeitada no mundo espírita nacional, Severino Celestino, o qual declarou que Padre Cícero foi um verdadeiro “mala”. Durante a entrevista, Celestino lembrou que o sacerdote foi considerado um messias do sertão nordestino, mas era um padre “mandão” e criou muitas polêmicas tendo benzido até a arma do cangaceiro Lampião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...