_ _ _ _

domingo, 31 de março de 2013

2 Bomba! Livro desmente morte de Lampião em Angico no estado de Sergipe

+A +/- -A


Um fotógrafo de Minas Gerais por nome de José Geraldo Aguiar e pesquisador do cangaço, lançou um livro "Lampião, o invencível" que relata  a segunda vida do cangaceiro famoso de Serra Talhada, segundo o autor em entrevista ao site Nós Revista, o cangaceiro Lampião teve a ajuda do Padre Cícero de Juazeiro.

A entrevista é marcante e graças ao leitor identificado por Pedro que ao mesmo tempo elogiou nosso trabalho e questionou os historiadores de Serra Talhada.

"José Geraldo Aguiar, nasceu em Vila do Morro (município de São Francisco), em 16 de outubro de 1949. Iniciou o curso primário ali mesmo e o concluiu no Grupo Escolar Coelho Neto, em São Francisco. Cursou o ensino fundamental no Ginásio de São Francisco e na Escola Estadual Professora Dulce Sarmento, em Montes Claros. 

Mudou-se para São Paulo, onde fez o curso  técnico em contabilidade no colégio Santos Dumont, no bairro do Braz. Ainda em São Paulo, frequentou outros cursos, entre eles o básico e o superior de fotografia e foi diplomado também pelo curso de caligrafia Dê Franco. 

Retornando a São Francisco em 1974, montou seu ateliê fotográfico, trazendo algumas inovações, como a fotografia em cores, a polaroid (fotos instantâneas) e o pôster 50x60. Sempre religioso, fez o Encontro de Casais com Cristo, é cursilhista, vicentino (confrade) e também identificador ad hoc aprovado pelo Instituto de Identificação do Estado de Minas Gerais. 

O fotógrafo, hoje com 60 anos de idade e 35 anos de profissão, deixou a vida tranquila que tinha na cidade de São Francisco para averiguar a história do homem que garante ser “Lampião”. "

Aí você leitor pergunta:

As cabeças dos cangaceiros, são reais, você vai entender parte do relato, inclusive da conversa do autor do livro e o cangaceiro Lampião.

Clique no nome LAMPIÃO O INVENCÍVEL e acompanhe a entrevista na íntegra! (Secretário do Povo)

2 comentários:

Roberto Carvalho disse...

Amigo Inaildo, após 20 anos de estudos e pesquisas e mais de 100 livros adquiridos sobre "Lampião" inclusive esse livro tambem, chego a seguinte opinião, o Sr. José Geraldo Aguiar que faleceu no dia 19 de maio de 2011 de infarto em MG, no seu livro repassou o que lhe informaram, tudo fantasiado pelos depoentes. Que é muito comum ouvir "estórias" sem nenhuma prova concreta de que "Virgulino Ferreira da Silva", passou a ser chamado João Teixeira Lima e foi sepultado com o nome: Antonio Maria da Conceição.
Existem muitos livros e escritores sérios sobre o cangaço, indico alguns: Antonio Amaury, Sergio Dantas, Frederico Pernambucano...
Esse livro citado na sua matéria é totalmente fantasioso e não deve ser levado a sério.
Um grande abraço,
Roberto de Carvalho

Inaildo Dionisio disse...

Valeu pelas informações mano...

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...