_ _ _ _

sexta-feira, 8 de março de 2013

0 Bruno é condenado a 22 anos e três meses por assassinato de ex-amante

+A +/- -A
O goleiro Bruno Fernandes foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pela morte da ex-amante Eliza Samudio na madrugada desta sexta-feira (8). Do total, 17 anos e seis meses serão cumpridos em regime fechado. Os jurados consideraram o ex-atleta culpado pelos crimes de homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima), sequestro, cárcere privado e ocultação de cadáver. Por sua confissão, a pena foi reduzida em três anos, mas aumentada em seis meses por ter sido o mandante do crime. Já a ex-mulher de Bruno, Dayanne Rodrigues do Carmo, foi absolvida dos crimes de sequestro e cárcere privado da criança que o jogador teve com a vítima. Eliza foi morta em 10 de junho de 2010.

O julgamento começou na última segunda-feira (4) no fórum de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Bruno esta preso há três anos acusado de ser o mandante do crime.

Em novembro de 2012, o ex-braço direito e amigo de Bruno, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, foi julgado e, após confessar o crime, foi condenado a 15 anos de prisão (12 em regime fechado).
As condenações não são o desfecho da história. Além de dois julgamentos de outros três acusados, marcados para abril e maio deste ano, novas investigações estão em andamento para apurar a possibilidade de outros dois ex-policiais civis mineiros terem participado do assassinato com Marcos Aparecido dos Santos, o Bola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...