_ _ _ _

terça-feira, 19 de março de 2013

1 CASO IPSEP: Comando do 14º BPM diz que vai combater “falta de educação” de criminosos

+A +/- -A

O comandante do 14º BPM, Major Marcondes Inácio, avaliou os atos de vandalismo registrados na Praça da Academia das Cidades, na madrugada do último domingo (17) (relembre aqui). Durante entrevista a uma rádio local, ele disse que a destruição de assentos, lixeiros, vidraças e palmeiras foi “falta de educação de pessoas” que precisam ser punidas. E prometeu acionar o serviço de inteligência da PM para descobrir quem depredou o equipamento público.
O major disse ainda que não enxerga falha da polícia no caso, pois não consegue estar em todos os lugares aos mesmo tempo. “Vamos investigar isso para que pelo menos gere um boletim de ocorrência”, garantiu. Marcondes Inácio lamentou mais uma vez que o efetivo da PM em Serra Talhada ainda não seja o satisfatório. “Estamos sofrendo com isso”, assegurou.
Mas mesmo assim defendeu que a polícia vem realizando rondas ostensivas no bairro do Ipsep. Em conversa com o FAROL DE NOTÍCIAS, ele explicou que passou o mês em férias, e retornando, soube do vandalismo na Academia das Cidades através de um morador. Major Marcondes disse que conta com o apoio da população para ajudar a polícia com qualquer informação sobre o ocorrido.
“Fiquei indignado com o fato, frustado por não ter evitado e triste pela ação de uma ou mais pessoas aque procuram agredir a todos com seu ato. Não venho aquir dar desculpas, pois não vejo que houve falta de policiamento – não consigo estar presente em todos os cantos ao mesmo tempo. Mas dou o testemunho de repúdio ao fato e que este 14º BPM irá se empenhar na identificação desssas pessoas”. (Farol de Noticias)

Um comentário:

Sem Conhecimento de Causa disse...

Balela desse Major Marcondes, ele passou apenas oito dias em férias e diz ter sido trinta, além do mais usa sua ausência como desculpa para justificar a inoperância da polícia em patrulhamento dos bairros, já que estas não podem se afastar do setor dos bancos durante a noite e toda a madrugada, com isso ele joga a responsabilidade de ineficiência para seu subcomandante que respodia pelo comando do batalhão nos dias de férias do titular.
Há quem diga "tomara" caso se confirme a vinda do coronel Guerra para substituí-lo no comando do 14ºBPM, pois esse Guerra foi o mesmo que com uma pequena equipe de PMs chamados "Ninjas" pôs ordem na cidade no início da década de 90, com alguns abusos, é verdade, mas que pôs ordem isso ninguém pode negar.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...