_ _ _ _

domingo, 24 de março de 2013

1 Eduardo Campos é dissidente da base governista, afirma Jarbas Vasconcelos

+A +/- -A

Na tarde deste sábado (23), o senador pernambucano Jarbas Vasconcelos (PMDB) promoveu, na sua residência, no bairro do Janga, em Paulista, Região Metropolitana do Recife, o clássico "cozido". O cozido de Jarbas é famoso na política local por ser acompanhado de conversas políticas e, claro, críticas aos adversários.

O convidado para participar do cozido sábado foi o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), neto do falecido Miguel Arraes (PSB) - um dos alvos preferidos das conversas do cozido, haja vista sua rivalidade de décadas com Jarbas Vasconcelos. Eduardo também é, pelo menos por enquanto, aliado político da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidete Lula, ambos do PT. O Partido dos Trabalhadores, que sempre na mira das críticas - no cozido, e as públicas - do senador Jarbas Vasconcelos.

Jarbas e Eduardo, aliás, selaram aliança em junho passado, quando o senador declarou apoio à candidatura do indicado do governador para a prefeitura do Recife, Geraldo Julio (PSB). As rusgas entre os dois duravam mais de 20 anos. Mas simbólico cozido mostra que os tempos são outros.

E Jarbas Vasconcelos é entusiasta dos novos ares. Como de costume, foi direto ao ponto. "Na proporção que ele [Eduardo] continua dizendo que o governo [federal] andou, que o governo transformou, modificou, que o governo avançou, mas poderia ter avançado muito mais, então ele é uma dissidência", afirmou, na conversa com a imprensa, externando o que o seu aliado se nega a admitir. (NE 10)

Um comentário:

Anônimo disse...

Ele tem 6% das intenções de votos sem declarar-se candidato ainda, isso justifica a preocupação de Lula e Dilma, até a eleição em 2014 apesar da seca no nordeste muitas águas vão rolar... Dudu é um político extremamente inteligente e estrategista!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...