_ _ _ _

segunda-feira, 15 de abril de 2013

0 Com margem apertada, Maduro é eleito novo presidente da Venezuela

+A +/- -A
maduro_556x479/Foto: G1Com uma margem estreita, Nicolás Maduro venceu a disputa com Henrique Capriles e é o novo presidente eleito da Venezuela. Depois de tensão e atraso na noite de domingo (14), o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) proclamou a vitória do chavista com números preliminares de 50,66% dos votos, contra 49,07% do opositor Henrique Capriles. O resultado foi anunciado com 97,12% das urnas apuradas, quando o triunfo do sucessor indicado por Hugo Chávez era irreversível.

O novo presidente recebeu os resultados da votação no Quartel da Montanha, no centro de Caracas, local do túmulo de Chávez. Maduro dirigiu-se ao local logo após votar em um colégio também no centro da cidade. Uma multidão já estava a postos para comemorar a vitória do autoproclamado “filho de Hugo Chávez”.

Temos um triunfo eleitoral justo, constitucional, legal e popular”, disse Maduro em discurso. “Chávez continua ganhando batalhas nessa terra”, completou. Maduro, que teve 7,505 milhões de votos, disse ter conversado por telefone com Capriles, que teve 7,270 milhões de votos. Maduro afirmou ter dito a Capriles que aceitaria uma auditoria, se fosse necessário.

A margem estreita de votos é vista por analistas como um problema para Maduro. Uma vantagem mais ampla garantiria a ele uma imposição definitiva como líder dentro do próprio chavismo. Além disso, Maduro não tem margem para negociar com a oposição e realizar um governo de conciliação. O risco de tal movimento seria perder legitimidade com sua base, já que um dos lemas de Chávez era “para os inimigos, nem água”, referindo-se à oposição. O líder tinha como mote, ainda, “com a burguesia, nenhuma conciliação”.

A participação do eleitorado foi de 78,7%, quase idêntica aos 80% alcançados em outubro, quando o próprio Chávez derrotou Capriles. (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...